Considerando o mercado competitivo e baseado no relacionamento com os clientes em que as empresas estão inseridas atualmente, a qualidade do relacionamento é essencial, tornando o profissional e suas respectivas competências indispensáveis e decisivos em qualquer contato.

Neste contexto, a saúde do profissional passa a ser tão valorizada quanto qualquer outra competência, objetivando que este desempenhe a sua função com bem estar e conforto no trabalho.

A promoção da saúde ocupa hoje um grande espaço na vida pessoal e profissional das pessoas sensibilizando, informando e conscientizando-as sobre aspectos de sua saúde, bem como a sua responsabilidade em preservá-la.

A ZOX, preocupada em sempre atender com excelência em qualidade o seu cliente e estar conectada as suas necessidades, seja ele usuário de headset, profissional de saúde ou gestor de equipes, deseja agregar maior valor aos seus produtos fornecendo informações e conhecimento relacionados à prevenção e promoção da saúde da audição e ao uso do equipamento headset com toda a sua potencialidade.

Estes conteúdos possibilitarão conhecer mais sobre a audição saudável, afinal esta é essencial em nossa vida.

Bem vindos a este universo!

*Campos Obrigatórios
  • Quero adquirir o Demo do Manual Digital

A COMUNIK, empresa de consultoria e treinamento que desenvolve em parceria com a ZOX soluções inovadoras, conclui a confecção de um CDROM Demo do Manual Digital ZOX – que inclui a divulgação dos produtos ZOX, também por esta mídia, e orientações sobre o uso adequado do headset, saúde auditiva e características deste equipamento.

O Demo do Manual Digital permite que profissionais possam ter acesso às informações, de maneira lúdica e interativa. São abordados temas como a importância da audição no âmbito pessoal e no trabalho, aspectos gerais da saúde auditiva e como preservá-la no trabalho e fora dele. Além disso, permite que os profissionais responsáveis pela compra dos equipamentos possam conhecer os diferenciais dos produtos ZOX, disponíveis no mercado.

A iniciativa inédita da ZOX, empresa fabricante de headset, em entregar este serviço aos representantes e usuários do equipamento, em parceria com uma empresa especialista em comunicação, facilita o acesso, a sensibilização e conscientização a conteúdos importantes para a saúde auditiva dos profissionais. “Além de outras ações que já desenvolvemos, este manual digital reflete nossa preocupação em proporcionar e facilitar o acesso a conhecimentos sobre os cuidados com a saúde da audição, tão essencial quanto o uso de equipamentos com excelentes recursos tecnológicos, testados e certificados”, afirma João Bosco, diretor da ZOX.

Preencha o formulário abaixo para adquirir o Demo do Manual Digital.

Muitas vezes não nos damos conta de um problema auditivo e a reação de pessoas do nosso convívio é que nos mostra que algo não vai bem.

Os problemas auditivos podem ser decorrentes da exposição ao ruído, idade, uso de medicamentos, antecedentes familiares, outras patologias, entre outros.

Reflita sobre estas situações e se alguma resposta for positiva, procure um médico otorrinolaringologista ou fonoaudióloga para uma avaliação mais detalhada e/ou orientações.

  • Você costuma pedir para que as pessoas repitam o que acabaram de dizer?
  • Você prefere ouvir o volume da TV ou do rádio mais alto?
  • Você escuta o que as pessoas falam mas não entende?
  • As pessoas parecem estar murmurando quando falam com você?
  • Você tem zumbido em um ou nos dois ouvidos?
  • Você responde coisas diferentes das que foram perguntadas?
  • Você sente dificuldades durante conversas ao telefone?

Carla Taxini e Heraldo Guida, realizaram um estudo, “Análise dos níveis de pressão sonora dos sons emitidos por brinquedos ruidosos”, e concluíram que, dos brinquedos analisados, 90% excedeu o padrão exigido pela legislação brasileira.

Segundo os autores, vários brinquedos são contrabandeados e não contam com o selo de certificação do Inmetro, refletindo um problema de fiscalização. Esses brinquedos podem causar a perda auditiva induzida por ruído.

Dessa maneira, selecionamos dessa pesquisa e de outras, PEQUENAS AÇÕES que os pais podem tomar para evitar esses danos:

  • Antes de comprar um brinquedo, verifique se o som é forte. Se for para você, também será para a criança.
  • Teste-os, é muito importante o bom senso dos pais.
  • Opte sempre pelos menos barulhentos.
  • Cubra o alto falante com fita adesiva para diminuir a intensidade do som do brinquedo;
  • Verificação se existe certificação do Inmetro neste brinquedo, observando a faixa etária indicada e o nível de intensidade sonora;
  • Evite presentear as crianças com aparelhos com fones de ouvidos.

Dê atenção a sua audição hoje, pois precisará dela amanhã.

Selecionamos, abaixo, indicações e dicas para você exercitar o processamento de sua audição, já que a utiliza diariamente.
O objetivo é tornar este instrumento de trabalho ainda mais eficiente para o dia-a-dia:

  • Escute mais músicas e perceba quais instrumentos estão tocando, quantas vezes aparece a mesma palavra, pré-determinada, na música; Exemplo: quantas vezes o cantor disse a palavra amor e menina durante a música?
  • Durma bem, no mínimo 6 horas por noite, pois a fixação de novos dados se consolida durante o sono reparador;
  • Leia textos de sua preferência em voz alta diariamente, posteriormente pode ler e escutar uma música ao mesmo tempo;
  • Preste mais atenção às informações que recebe. O interlocutor está feliz, triste, como é a emoção na voz desta pessoa? Perceba esta sutileza. Tente criar uma imagem mental sobre o que está sendo falado;
  • Leia em voz alta frases com trava-línguas, rimas, versos e poesias com bastante emoção e firmeza;
  • Soletre palavras e as inverta. Exemplo: PATO – OTAP
  • Pratique atividades que exijam concentração e raciocínio, como quebra-cabeças, caça-palavras, palavras cruzadas e, se quiser, pode escutar uma música enquanto faz isso;
  • Escreva tudo o que fizer e organize suas tarefas diárias por prioridades, isto fará com que o estresse diminua;
  • Preste atenção ao que está ocorrendo a sua volta, tanto em sons ambientais quanto em tarefas visuais;
  • Quando ler um texto, grife as palavras-chave do mesmo e depois as repita em voz alta.

Aproveitem essas dicas para treinar. Os resultados não são imediatos, mas são essenciais para um processamento de informações mais efetivo.

Por Cristina Costa Félix – Fonoaudióloga do Setor de Audiologia da Clínica Tríade e Especialista em Audiologia pelo Conselho Federal de Fonoaudiologia – CFFª.

Segundo estudos do crescimento populacional, o Brasil terá um aumento significativo de sua população idosa. A estimativa, em 2020, é de 32 milhões de idosos no Brasil.

Os idosos sofrem alguns impactos da idade devido ao envelhecimento natural dos órgãos responsáveis pelos sentidos. A audição, próxima dos 65 anos, por exemplo, costuma sinalizar dificuldades importantes. Essas dificuldades em ouvir podem interferir negativamente no relacionamento do idoso com as outras pessoas já que, muitas vezes, ele se sente excluído de conversas, além de outras dificuldades corriqueiras.

Por isso, é essencial conhecer algumas maneiras de observar essas dificuldades em você mesmo ou em familiares e amigos. São elas:

  • Perceber se ao assistir televisão ou ouvir o rádio é necessário aumentar o volume excessivamente;
  • Perceber se o volume de voz do idoso aumentou, ou seja, se está falando mais “alto” do que antes;
  • Atentar-se se ao ouvir uma palavra, o idoso entende outra palavra que tem sons parecidos;

Ao perceber a presença destas dificuldades, o primeiro passo é procurar um Otorrinolaringologista e/ou um Fonoaudiólogo para diagnosticar, tratar o problema e fazer as orientações adequadas.

  • Lembre-se de alguns cuidados ao falar com o idoso que está com dificuldades auditivas:
  • Fale devagar e posicione-se na frente dele, para que ele possa ter o apoio visual do que você está falando;
  • Evite gritar de outros ambientes da casa, vá até a pessoa;
  • Ao falar com ele, utilize um volume de voz mais forte, mas não há necessidade de gritar;
  • Se a pessoa não entender o que você disse, repita utilizando outras palavras.

O importante é escutá-los com atenção, porque certamente eles têm muito a nos ensinar.

Por Thaisa Palma – Consultora da COMUNIK Assessoria em Fonoaudiologia.